>
A arte de construir sorrisos - 20 anos

Blog

  • Blog - 08/10/2012

    Retração Gengival

    retracao

    Dentre as alterações mais comuns das gengivas, a retração gengival merece destaque. “Em geral está associada a perda do osso que sustenta os dentes e que funciona como uma espécie de “coluna vertebral” para as gengivas”.Essas perdas de ossos e gengivas podem ser motivadas por inúmeras causas. A mais tradicional é a doença periodontal,traumatismos repetidos e exagerados, como o da escovação dentária com força excessiva ou com cerdas mais duras ou pastas mais abrasivas.Alguns sintomas podem estar associados, como o caso da sensibilidade dos dentes e do crescimento excessivo deles. O tratamento das retrações pode envolver algumas opções. Caberá ao dentista e ao paciente decidirem juntos a melhor terapia para o caso.

  • - 23/06/2012

    Bruxismo

    O Buxismo é um hábito parafuncional de ranger os dentes e constitui um dos mais difíceis desafios para a odontologia restauradora, sendo que a dificuldade para sua resolução aumenta de acordo com a gravidade do desgaste dentário produzido.

    Fisiopatologicamente, o esmalte dentário é o primeiro a receber os prejuízos do Bruxismo, e o desgaste anormal dos dentes é o sinal mais freqüente da anomalia funcional. O padrão de desgaste dental do Bruxismo prolongado é, freqüentemente, não uniforme e mais severo nos dentes anteriores.

    A importância do Bruxismo ainda se deve à sua relação com a dor muscular da articulação temporomandibular e alguns tipos de cefaléia. Pode ser definido como um hábito parafuncional que consiste em movimentos involuntários ritimados e espasmódicos de ranger ou apertar os dentes, ocorrendo normalmente durante o sono.

    Alguns autores dividem o termo Bruxismo em cêntrico, ato de apenas apertar os dentes, ou excêntrico, onde além de apertar os dantes há também o ranger dos dentes, porém, ambos sempre involuntários. Há discrepância sobre a definição precisa do Bruxismo, alguns autores definindo-o como atividade parafuncional diurna ou noturna e outros alegando-o exclusivamente durante o sono.

    De modo geral diz-se Bruxomania para definir esse movimento de apertar, ou ranger dos dentes, quando a pessoa se encontra acordada. É importante destacar, para entendimento conceitual, que o Bruxismo não é necessariamente uma doença. Trata-se mais de uma disfunção. É perfeitamente possível que alguns portadores de Bruxismo não tenham maiores conseqüências para o sistema mastigatório. O aspecto mórbido ou doentio pode ser pensado quando este hábito funcional leva à algum prejuízo do sistema mastigatório ou desencadeia sintomas de desordens temporomandibulares, como por exemplo, a artrite temporo-mandibular (ATM).